sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Quando eu levantar...

E quando eu levantar, que eu levante
como um pássaro, alegremente
E quando eu cair, que eu caia
como uma folha, graciosamente e sem pesar
E quando eu trabalhar, que eu trabalhe
como uma abelha, seriamente
E quando eu brincar, que eu brinque
como uma brisa, refrescantemente, leve e limpa
E quando eu me impor, que eu me imponha
como uma árvore, forte e alta
E quando eu jazer, que eu jaza
como um lago, pacificamente, calma e quieta


And When I Rise de Evelie Delfino Sales Posch
livremente traduzido por Flora Zabella

Um comentário: