sábado, 31 de janeiro de 2009

Quando chega o bebê


O seu bebezinho nasceu! Tudo correu bem? Que bom! Muita felicidade, muita alegria, mas e agora? O que posso fazer por meu bebê, como uma mãe pagã?
* Bem, você pode fazer o mapa astral dele(a). Existem sites na Internet que fazem o mapa automaticamente, basta colocar os dados. Se você não souber ler, tem que fazer com um astrólogo. Mas você mesma pode ver o signo solar, lunar e ascendente, e ter uma base das características do seu (sua) pequenininho(a). É muito legal descobrir o jeitinho que ele vai ser através dos dados astrológicos.
* Está na hora também de cuidar do cordão umbilical. Talvez você não esteja em condições de fazer isto então terá que pedir para alguém. Você deverá pedir o cordão ao médico, que deve separá-lo da placenta. Você deve apertá-lo até que todo o sangue saia do cordão, até que ele fique completamente vazio. Unte um prato com óleo para usar como base para a espiral. Cuide para não deixar nenhuma parte seca, senão o cordão vai colar no prato. Comece a fazer a espiral do centro para fora. Ponha o prato num local onde possa arejar. Depois de alguns dias, quando estiver totalmente seco, retire do prato gentilmente. Está pronto! Agora você tem uma forma de ligação com seu filho(a) para trabalhos mágicos, poderosíssimo.
* Amamentar é um ato de amor! É a coisa mais linda que uma mãe pode fazer por seu bebê. Ele necessita de alimento e o alimento mais completo do mundo para um recém-nascido esta aí, em você mesma, prontinho a qualquer momento, quando ele precisar. Além de que amamentar estreita mais ainda seus laços afetivos com ele, pois ele já reconhecia sua voz e agora vai reconhecer o seu cheiro. É claro que existem casos extremos onde não é possível amamentar. Mas eu sugiro que você tente o máximo que puder. É claro que no início é dolorido, mas se você tiver feito as massagens durante a gravidez e ainda assim estiver sofrendo, existe uma receita que eu usei na primeira semana depois do nascimento da minha filha, em que esmagava um pedacinho de mamão (devidamente lavado), sem casca, e colocava no protetor do seio para que ajudasse na cicatrização. Ajudou bastante!
* Outra dica é: beba muita água! Eu tive minha filha em novembro e durante todo o verão, minha companheira inseparável foi uma garrafinha de água! Este ato vai contribuir para a qualidade do seu leite. Água em abundância e alimentação correta. Não acredite na crendice de que cerveja preta aumenta o leite. Não se esqueça que a cerveja é uma bebida alcoólica e sua ingestão não contribuirá em nada para o desenvolvimento de seu bebê. Até mesmo uma mãe com uma alimentação nem tão completa, é capaz de produzir um bom leite.
* Existe uma Tradição de plantar uma árvore pelo nascimento da criança e acreditava-se que conforme a árvore crescia esplendorosa, a criança crescia junto forte, desenvolvendo-se vívida e feliz.
“Se puder plantar uma árvore, escolha uma com cuidado e plante-a com um pequeno ritual, dedicando-a aos deuses e ao bem-estar da criança”.
(Raymond Buckland – Wicca, Um estilo de Vida, Religião e Arte)
* O Livro dos Desejos é um caderno que você pode criar e que será passado para todos os familiares e amigos para que escrevam seus desejos para a vida da criança. Tem por objetivo abençoar o bebê com qualidades especiais, qualidades que as pessoas consideram fortes em si mesmas e que presentearão a criança com elas. Funciona mais ou menos como as fadas da Bela Adormecida que agraciaram-na com os dons da música e da beleza. Pode ser que alguém tenha aptidão para o esporte, ou talvez para a música, a dança, a poesia, a pintura, não importa o que! O importante é que todos desejem ao seu bebê coisas lindas para a sua vida!
* Você pode fazer um Rito de Unção. Este ritual é feito geralmente alguns dias depois de a criança nascer, e serve para ungir o bebê com óleo consagrado e conferir dons especiais à criança, para a sua vida. Pode ser verbalizado o que foi desejado pelas pessoas no Livro dos Desejos.

4 comentários:

Luciana Onofre disse...

Fiz o livro dos desejos tmb, mesmo sem saber pq me vi com essa gana em fazê-lo!
Amamentei bem ambos.
E me sentia elevada, em outro mundo no momento em que dava de mamar.
Teu artigo é belo!
Obrigada mais uma vez!

Luciana

Luciana Onofre disse...

Te linkamos no nosso diretorio de mamães bloggeras.

Passa lá depois e pega nosso button ;)

http://mammysblogs.blogspot.com/

Shytarinha disse...

Olá
Muito bom o seu Blog
Me será de grande auxilio, na criação da minha Pagãzinha que está pra nascer...
Adorei a dica do Livro dos Desejos, vou elaborar um Para minha pequena.
Bjuss e Luz

Kalu disse...

Obrigada por linkar o mamiferas. Fiz um ritual para plantar minha placenta. http://mamiferas.blogspot.com/2008/10/saboreando-o-fruto-da-vida.html